sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Tabuada diferente


Para incentivar a filha a gostar de matemática, o escritor Dilmar Batista da Cunha teve a ideia de transformar o estudo da tabuada em uma grande brincadeira . A estratégia fez tanto sucesso que deu origem ao livro “Aprendendo e Brincando com a Tabuada Colorida”, lançado nesta quarta-feira (26), no estande da Imprensa Oficial do Estado, durante a XVI Feira Pan-Amazônica do Livro. A obra, que já está na 11ª edição, busca alternativas lúdicas para facilitar o cálculo de operações matemáticas básicas.
Segundo o autor, criar o método foi um meio para fazer com que a filha gostasse da matemática e, consequentemente, aprendesse com mais facilidade. “A ideia é colocar perguntas e respostas com as mesmas cores para que a criança aprenda por meio da associação entre cores e números”, explica Dilmar. Para ele, o aprendizado deve ser um processo natural, não impositivo. 
Serviço - O livro “Aprendendo e Brincando com a Tabuada Colorida”, está à venda no estande da IOE durante todo o período da Feira e também na sede do órgão, na Travessa do Chaco, 2271, Marco.
Fonte: Agência Pará

0 comentários: