quarta-feira, 4 de julho de 2012

Mangal das Garças oferece colônia de férias ecológica


Aliar lazer, educação e economia durante as férias das crianças não é uma tarefa fácil, mas é possível. Em Belém, vários espaços públicos do governo do Estado estão de portas abertas e com uma programação especial para as crianças, e o melhor, é tudo gratuito. O Mangal das Garças, por exemplo, promove uma colônia de férias para crianças de 5 a 11 anos, que acontece de terça-feira a sábado (7), de 8 horas ao meio-dia.

Com atividades lúdicas e pedagógicas a “Eco Colônia de Férias do Mangal”, promovida pelo complexo em parceria com a organização não governamental (ONG) No Olhar, foca na questão ambiental. O espaço foi decorado com material reaproveitado e as crianças participam da personalização de seus uniformes e utilitários, como a caneca usada para beber água. Uma visita pelo parque para conhecer o habitat dos animais e plantas também está incluída no roteiro.

“A gente trabalha a educação ambiental com uma linguagem que não é chata para a criança. As informações são repassadas em brincadeiras divertidas. Assim, despertamos o interesse da criança pelo assunto, e elas se tornam multiplicadores de ações sustentáveis dentro de casa”, explica o coordenado da No Olhar, Marcos Wilson.

Bianca dos Santos, 5 anos, aprovou a programação. “É muito bacana. Gostei de todas as atividades. Pintamos o nosso colete e o nosso copo, foi muito legal”. Larissa Ribeiro, 6 anos, gostou mais da casa de boneca, “porque o telhado é de flores. A casinha é muito bonita, queria ter uma dessa. É tudo feito de garrafa de refrigerante e de caixa de papel, mas nem parece”, comentou.

Os irmãos Gabriel e Iury Costa, 8 e 5 anos, que moram perto do Mangal das Garças, gostaram de passar a manhã no local. “A gente fica aqui o tempo todo brincando. Não pensei que esse local das nossas aulas ia ser feito todo de material reciclado, ficou muito bonito. Gostei de tudo e o meu irmão também. O problema é que ele chora na hora de ir embora”, contou Gabriel.

A procura pela colônia de férias do Mangal foi muito grande e as vagas foram preenchidas rapidamente. Por causa disso, uma segunda turma será aberta para a semana quem vem. A pré-inscrição pode ser feita pelo telefone 3212-5660, segundo explica a diretora de Marketing da Pará 2000, Isa Arnour. O publico infantil vai ganhar mais um projeto, o Clubinho do Mangal, direcionado para as crianças que gostam do parque.

Eles poderão se tornar embaixadores do Mangal das Garças, com benefícios exclusivos. “As crianças que se interessarem ganharão uma carteira que as torna embaixadores do Mangal. Elas receberão informações sobre o parque e poderão ser miniguias do espaço, além de terem gratuidade para acessar as áreas que cobram ingressos”, informa.

O diretor do parque do Mangal das Garças, Igor Selligma, diz que o complexo se preparou para receber os visitantes este mês. Além da colônia de férias para as crianças, o parque reabriu o orquidário, inaugurou uma nova exposição fotográfica e criou mais um atrativo, que é a alimentação dos animais no horário em que há público visitante.

“Quem vem ao Mangal tem a oportunidade de conhecer os costumes de cada animal. A atração de alimentação dos bichos será mantida no nosso calendário. O que a gente quer é que os visitantes aproveitem o espaço, que foi cuidado especialmente para recebê-los. O Mangal é garantia de lazer para toda a família”, frisa. Os peixes e as tartarugas são alimentados às 9 horas; as borboletas recebem alimento às 10 e 16 horas; as garças, patos e guarás, às 11 e 15 horas e 17h30.

A entrada no parque é gratuita. Os ingressos são cobrados somente para a visitação nas áreas monitoradas, como o farol e o borboletário, ao custo de R$ 3 casa. O Mangal das Garças funciona de terça-feira a domingo, de 9 às 18 horas.

Fonte: Agência Pará de Notícias

0 comentários: